Product Strategy — você está utilizando técnicas e ferramentas adequadamente? (parte 2)

Jessica Seixas
5 min readAug 11, 2020
Criado com Canva

Conexão

Na primeira parte desta série de dois artigos sobre Product Strategy, eu iniciei o assunto fazendo a seguinte provocação:

  • Quando falamos de frameworks ou ferramentas de trabalho, o quanto você realmente questiona se de fato esta ferramenta será útil para o seu contexto?
  • Você apenas utiliza a ferramenta X/Y/Z ou você testa e observa os resultados, até encontrar uma ferramenta que resolva o seu problema?
  • Você sabe identificar claramente os seus problemas?

E antes de começar a responder como eu me organizo com essas perguntas, eu percebi que eu precisava dar um passo atrás e explicar um conceito extremamente complexo que também está relacionado a esta resposta: O que é estratégia de produto? Se você leu meu artigo anterior, você já sabe de maneira bem (mas beeem) resumida alguns pontos de Product Strategy. Mas não é sobre isso que vou falar aqui. Vamos ao que interessa:

Se eu te fizer as perguntas abaixo, quais são as suas respostas?

  • Por que você coloca suas iniciativas numa linha do tempo?
  • Por que você divide seu tempo em períodos fechados de duas semanas? Ou até mesmo de 3 meses?
  • Por que você escreve tarefas num formato de histórias?
  • Por que você prioriza tarefas a partir de cálculo de valores especulados de valor e esforço?
  • Por que você cria reuniões cadenciadas para apresentar coisas à pessoas importantes e interessadas?
  • Por que você prioriza desenvolver uma funcionalidade ao invés de outra?
  • Por que você calcula a quantidade de tarefas que seu time termina num período de tempo?

Enfim, entre mil outras que me surgiram… Se você fizer uma análise crítica, você sabe responder o porquê de utilizar tantas ferramentas/frameworks/métodos/jeitinhos/gambiarras? E mais do que isso, você de fato consegue priorizar quais ferramentas você deve pegar e usar para resolver algo?

Organização

Para eu conseguir me organizar num novo time ou num novo desafio, eu inicio a organização com a seguinte pergunta:

  • Meu time é um time empoderado de produto e conseguimos pensar e atacar objetivos claros com autonomia e liderança servidora?

Se não, o que é a grande maioria dos times de produto da face da terra, eu organizo o que preciso atacar para alcançarmos este objetivo acima, baseado nos 4 pilares da estratégia de produto que compartilhei anteriormente:

1- Foco

2- Insight

3- Ação

4- Gerenciamento

Para alcançar uma alta eficiência em termos de desenvolvimento de produto, sei que preciso chegar próximo do estado da arte desses quatro pontos. Ou pelo menos conhecer o caminho até lá. E para isso, separo cada mínimo detalhe do que preciso fazer/ter e qual é a minha estratégia para chegar lá baseado no meu atual momento em termos de Time, Produto, Usuário/Cliente, Empresa, Negócio e Cultura.

E aí que entra o próximo tópico:

Explicação

A partir desses 4 pilares da estratégia de acordo com Marty Cagan, eu organizo as nossas necessidades como time e produto. E como num mapa mental, eu chego até a técnica que eu acredito que resolve o meu problema.

Para explicar como é esse mapa mental e a minha lógica por trás, vou pegar o exemplo do FOCO, que resumidamente:

"[…] o que importa é a sua capacidade de focar em problemas realmente críticos e não apenas priorizar uma lista de bugs ou ideias. Significa pegar um problema e colocar coisas em produção até você alcançar o valor esperado que indica que o problema está sendo solucionado. Ou alcançar um objetivo importante de negócio." Citação do artigo anterior.

E para você ter foco, você criar uma visão compartilhada do que você espera resolver para usuários/clientes reais, que estejam conectados com o negócio. Precisa existir a simbiose entre a visão do seu produto e a visão da empresa.

Mas….

> Para ter foco, precisa de visão de produto.

> > Para ter visão do produto, precisa criar uma visão compartilhada com stakeholders (pessoas interessadas no produto).

> > > E para ter uma visão compartilhada, precisa unificar o pensamento e compartilhar com várias pessoas de maneira segura, eficiente, clara e iterativa.

>>>>> Então, para isso, e se você tentar criar um one-pager product vision (documento de uma página com os principais pontos do seu produto)?

Criado com Canva

OPA! Aqui é o momento EUREKA! Perae, eu já sei o meu objetivo esperado: comunicar de maneira clara, eficiente e principalmente, conectar interesses. E eu tenho um leque de ferramentas para isso. Se eu quiser ir até mais profundo, dentro de visão compartilhada, eu posso primeiramente criar um mapa dos stakeholders para entender quem eu preciso alinhar, comunicar ou interagir. Para então, de maneira mais eficiente, chegar no objetivo esperado.

E antes de você pensar que one-pager pode ser eficaz ou não, que você faria um roadmap nesse caso, que você compartilharia o OKR, etc… Pense que antes da ferramenta, existe a necessidade e o cenário que você está inserida. Aprenda a dançar como a música. Seus parceiros de trabalho usam mais o roadmap de outputs para comunicar e alinhar visão de produto? Você não concordo com a técnica, mas como pode adaptar para chegar a uma visão compartilhada e clara dos objetivos?

Antes de apontar o dedo para citar, enaltecer ou criticar uma ferramenta ou uma técnica, organize o retorno esperado. E tenha claro os indicadores de que esta técnica está resolvendo o seu problema. E documente o que não funcionou.

No final do dia, não importa se você usa todas as técnicas perfeitamente, se você sabe rodar scrum, kanban e whatever. O que importa mesmo é você mudar o mundo, minha cara. É você mexer na agulha do ponteiro da empresa e do seu produto. É basear suas decisões em dados e informações claras para você e para empresa, sejam eles mais empíricos ou não.

E claro, depois que você descobre que esse é o game, corra atrás do prejuízo e brinque de aumentar a eficiência do todo. ❤

Mas nunca perca a sua curiosidade e o seu instinto de questionar os porquês da vida.

--

--

Jessica Seixas

I'm a product lover and Group Product Manager @ iFood. My goal at the end of the day is to change the world. 🙋‍♀️